introdução à Filosofia: vídeos

Com base em outro curso que estou fazendo, segue uma compilação de vídeos indicados pelas aulas.

O objetivo desta compilação é o de demonstrar que a Filosofia não é tão “hermética” como muita gente supõe, e sim algo que faz parte de nossas vidas mais do que se imagina – a começar pelo fato da Filosofia haver originado várias outras formas de ciência (entre Humanas e Exatas), incluídas ciências recentes como a Psicologia, por exemplo.

Portanto, de “contemplativa” ou de “inútil” a Filosofia não tem nada… E no Brasil, algumas editoras como a Martin Claret disponibilizam obras importantes da área (além de clássicos das Literaturas Brasileira e universal) a preços bem acessíveis.

Protected by Copyscape Online Infringement Detector

Advertisements

re-awakening myself

After so many years of (existentially speaking) uncertainty and playing with different beliefs from different religious backgrounds, I decided to open a new spitual phase in my life, commencing by putting away the false and assimilate my true spiritual affinity, of what I do REALLY believe and to which I do strictly identify myself, blending a contemplation to my inner self in communion to the Universe… Such experience started as taking the Benedictine’s 12 steps of humility, in where each step actually represents a conscious stage for the real meaning of the humility (away from the usually distorted mundane sense of the word), taking it step by step for a whole apprenticeship of its meaning. No one would dare take the next step, until de meaning of the previous step is fully understood…
If there’s someone interested, should you get a copy of the Rule of the Saint Benedict and carefully read the 7th rule’s lines, about the 12 steps of Humility. Climbing them should represent a true spiritual Odyssey, from facing the challenge to completing it.

See more progress on: find my spirituality

sobre a inveja: o vídeo

Nesta semana fiz um vídeo, como “dever de casa” para o o curso de Especialização em Artes Visuais, e posto-o aqui, também: uma análise do filme Amadeus, de Milos Forman, precisamente sobre a versão do diretor, lançada em edição comemorativa dos 20 anos de estréia do filme nos cinemas e cujo DVD consta no meu acervo pessoal. O trabalho permitia a escolha de um filme – qualquer um.
Quanto ao vídeo, na verdade trata-se de adaptação de um artigo postado em 2008 em outro blog meu (já extinto), “Sobre a Inveja”. Um esforço foi feito para adaptar-se o texto a uma linguagem mais objetiva como o veículo em questão exige, e que não excedesse 5 minutos.
Tanto no artigo original quanto no vídeo, ensaia-se um cotejamento entre as 2 versões do filme de Forman (ou seja, a que estreou nos cinemas em 1984 e a versão do diretor) e, em um segundo plano, a própria peça do dramaturgo inglês Peter Shaeffer, na qual o filme se baseou.

Protected by Copyscape Online Infringement Detector

a white dress in common: variations

Two ‘perfect matches’, having white in common: white+turquoise and white+red.

Check out my personal profile, for more! I’m sure you’ll enjoy seeing them, as much as I did the same while matching colours, fabrics, shapes and so on 🙂

ONLY THEIR GOD KNOWS…

(Sponsored by: CHE-COLA)

Protected by Copyscape Online Infringement Detector

embaPub=’17326d10d511828f6b34fa6d751739e2′;embaStyle=’counter’;