FELIZ / HAPPY 2019

Do meu sketchbook, os meus melhores votos de felicidades e de esperanças sempre renovadas.

20181231_211752-1

P.S.: e se esta mensagem não agradar a alguns… Já sei que tipo de gente é (além de mal-educada – e cara feia, para mim, é fome), rssssssss

Festas, mais uma vez

Apesar dos livros de colorir terem sido MAIS UM modismo passageiro no Brasil (e fico pasma como tanta coisa no País é movida a modismo, até raça de cachorro), tomei gosto por esse passatempo e nele fiquei, como uma maneira de preencher as horas vagas (juntamente com os meus desenhos e ilustrações). Aliás, quando colorir era “moda”, aproveitei a onda para escolher a dedo os livros publicados e tipos de temática: além das mandalas e dos jardins, outros temas de minha preferência foram as padronagens (gráficas ou florais). Adquiri uns poucos livros, preferindo aqueles que se encaixassem no formato A4 para menos, de modo a caber no meu scanner-impressora para que eu pudesse copiar páginas aleatoriamente escolhidas, a fim de colorir inúmeras variações de um mesmo desenho. (Como se pode ver, não coloria direto no livro!) Por fim, para dar um up no meu escritório, prego a “variação colorida em torno do tema” no mural de cortiça para enfeitar a parede, até que eu pinte um novo desenho, ou nova variação de outro.

E quando as festas de fim de ano chegam, a hora é de colorir temas natalinos para pregar no mural, para lá ficarem durante todo o mês de dezembro.

Neste ano resolvi usar giz de cera mesmo. Descobri que não gosto muito de lápis de cor. Bem, artes também têm disso: em um dado momento, você se surpreende preferindo mais determinadas técnicas, materiais e suportes a outros.

20181211_122953